A Maçonaria é uma escola de líderes, ela faz que você aprenda a pensar por si mesmo sem ser conduzido por outras pessoas ou instituições, sejam elas religiosas ou não. Mas para isso acontecer é necessário que saibamos o nosso lugar dentro Ordem e, principalmente, nos tornemos aquilo que a Maçonaria espera que sejamos, ou seja: maçons!

Uma vez li um texto, do nosso Ir.’. Leonel Ricardo de Andrade, na época ele era Grande Segundo Vigilante da GLMMG, que vale a pena transcrevê-lo. Assim segue:

“A vaidade exarcebada do Ser Humano sempre levou e ainda tem levado homens e mulheres a buscarem, em primeiro lugar, as conquistas pessoais, em detrimento do bem comum, pois a estes o que verdadeiramente importa são as honrarias e o poder, custe o que custar – perderíamos horas citando exemplos.

Quantas divisões, quantas separações, quantas dispersões em nome de um poder sem limites. Infelizmente poucos são aqueles que se dispõem a somar. Preferem, sempre, dividir em prol de um espúrio e nefasto projeto de dominação pessoal. Em nosso meio, não tem sido muito diferente. Quantos que da boca para fora se dizem Irmãos fraternos, mas, agindo na obscuridade, articulam a divisão e o enfraquecimento de sonhos, de idéias, de projetos e de realizações. Quantos se oferecem, antecipando fatos, para a ocupação de cargos, seja em Loja, seja na própria Potência a que pertencem.

Meus caros, é muito fácil dividir, dispersar esforços e desagregar pessoas, tirando do foco uma Instituição, mesmo sendo ela tão consolidada como a nossa Sublime Ordem.

A ânsia pelo poder, a obsessão por cargos e o desejo de aparecer fazem que Irmãos deixem-se levar pela vaidade e pela soberba, passando por cima de princípios e colocando em risco projetos bem embasados e estruturados. É o eterno recomeço das coisas, como acontece frequentemente no mundo da política profana e todos os dias em nosso amado Brasil.

A Maçonaria espera que tenhamos a vontade e a disposição para somarmos forças em prol de um projeto maior e que agregue valor à vida e ao caminhar maçônico, possibilitando o crescimento e o fortalecimento de nossas bases, de nossas relações internas e externas e, sobretudo, de nossa estrutura humana e social. É por isso que vejo com muita tristeza, fatos que apontam para um rumo diferente, na medida em que faltam paciência, prudência, serenidade e, em especial, discernimento acerca do que venha ser o papel de um maçom na busca da construção e fortalecimento de relações sinceras, leais e éticas.

Não podemos agir pautados no interesse pessoal. Isso é jogar na vala comum os Sãos Princípios que norteiam a vida maçônica. Não é isso que a Maçonaria espera de nós, muito pelo contrário, ela espera que sejamos leais a um Jur.’. Sagr.’. e Solene que um dia livremente prestamos diante de nós mesmos, de outros homens e sob a Vigilância Divina do Grande Arquiteto do Universo – a consciência de quem for perjuro será o juiz que atormentará a sua mente, o seu coração e a sua alma, até que o tempo que lhe foi concedido para refletir e crescer, esteja esgotado.

A Maçonaria chora quando um filho seu, em nome da vaidade e do poder, tenta desagregar um trabalho que vem sendo realizados com dedicação e zelo. Em especial quando esse trabalho começa a agregar valor às atividades das Lojas e de todos os entes que as cercam, inclusive os familiares dos Obreiros que delas fazem parte.

Precisamos atender a todos com presteza, carinho e consideração, não medindo esforços para darmos o melhor de nós, prol de causas justas e perfeitas.

Meus Estimados e Amados Irmãos, a Maçonaria espera que sejamos MAÇONS. E, maçom é aquele que procura, sempre, somar em prol do bem comum, de forma serena, prudente e harmoniosa.”

Em minha modesta opinião, existem vários IIr.’. com esse perfil. Infelizmente, diante da proporção, é um número pequeno, porém formado por Homens de atitude e que merecem nosso reconhecimento. Entre eles, o nosso destaque dessa edição: o Grão-Mestre do Grande Oriente de Goiás, Ir.’. Eurípedes Barbosa.

Seu trabalho é reconhecido até na política profana, como por exemplo, o Decreto no 7216/2011, do Governador do estado de Goiás, que ao criar a Comissão Especial de Defesa da Cidadania, composta por membros da sociedade organizada e por representantes da Secretaria de Segurança Pública e Justiça, incluiu nosso Ir.’. Os membros da comissão precisavam elaborar um relatório conclusivo no prazo de até 60 (sessenta) dias, quanto às investigações do desaparecimento de pessoas após abordagem policiais no estado de Goiás. A comissão elegeu, como presidente, a delegada Adriana Sauthier Accorsi, e sua primeira reunião aconteceu na tarde de 1o de março deste ano, no auditório da OAB, já definindo atividades imediatas, quando o Grão-Mestre Eurípedes Barbosa Nunes, muito interessado e honrado pela confiança governamental, manifestou-se inteiramente comprometido.

Outra ação de destaque do Ir.’. Eurípedes Barbosa Nunes é sua eterna luta contra as drogas. Em uma das ações ele contou com a ajuda dos IIr.’. Alberto Alves de Oliveira, Lindonor Ribeiro dos Santos e José Walter de Carvalho, o primeiro, Secretário Executivo do Programa Maçonaria Contra as Drogas – A Favor da Vida, onde elaborou o 1o Congresso Estadual de Prevenção às Drogas, promovido pelo Ministério Público do estado de Goiás, integrado por 43 entidades, entre elas o GOEG e coordenado pela professora Maria Sônia França.

A iniciativa de grande importância, realizada com a participação exclusiva de professores dos mais longínquos municípios, reuniu no Teatro Madre Esperança Garrido, do Colégio Santo Agostinho de Goiânia, mais de 600 educadores.

Foi uma oportunidade muito positiva para o tema e também para um reencontro do Programa Maçonaria Contra as Drogas, com companheiros de inúmeros outros grupos de Goiás, tendo o Procurador Geral de Justiça, Abdon Moura, em seu pronunciamento feito uma referência muito positiva e elogiosa à maçonaria, dirigindo-se ao Grão-Mestre Eurípedes Barbosa Nunes.

O projeto, que já realizou algumas reuniões, programou diversas atividades em Lojas Maçônicas ainda para os meses de abril e maio.

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.