Com o mais absoluto sucesso nos dias 06, 07, 08 e 09 de abril de 2011, foi realizado em Belo Horizonte o I CONGRESSO INTERNACIONAL DA GRANDE LOJA MAÇÔNICA DE MINAS GERAIS. A Cerimônia de Abertura ocorreu às 19:30h no MINASCENTRO, com a Conferência Magna proferida pelo Governador do Estado de Minas Gerais, Prof. Antonio Augusto Anastasia, que em suas palavras falou sobre a participação da maçonaria na história do Brasil, considerou a importância da realização do Congresso em Minas Gerais e ressaltou a importância da parceria do Estado com a Instituição Maçonaria em programas de combate às drogas, debatendo, dando sugestões e assumindo um papel fundamental pela sua respeitabilidade. O Prefeito de Belo Horizonte, Dr. Márcio Lacerda, também participou da Sessão de Abertura, apoiando as iniciativas da Maçonaria em Minas e renovando seu apoio.

Nos dias seguintes as atividades foram desenvolvidas no horário das 9:00h às 13:00h no Hotel Dayrell & Centro de Convenções. O evento contou com a presença das mais expressivas autoridades e dirigentes da Maçonaria do Brasil e de vários países, além de mais de 1000 inscritos, dentre eles:

a. Grão-Mestres das Grandes Lojas Maçônicas de todos os Estados Brasileiros;

b. Soberanos Grandes Comendadores da Maçonaria de vários países, como: EUA, Portugal, Israel, Suiça, Bulgária, Argentina, Guatemala, Colômbia, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Nicaragua, Canadá.

Durante o evento foi lançada a Campanha antidrogas denominada “DROGA NÃO É BRINQUEDO”, voltada ao público alvo composto por crianças de 5 a 10 anos e que terá como meta a utilização das milhares de Lojas Maçônicas do Brasil e do Mundo no trabalho de implementação e divulgação, como forma preventiva visando evitar os males sociais que a droga provoca. Segundo o Grão-Mestre Janir Adir Moreira, esperamos incentivar a participação e a realização de parcerias com o poder público e com a sociedade organizada como forma de viabilizarmos o alcance dos objetivos.

Outros temas de relevância para a sociedade foram objeto de discussão no Congresso, como a questão da preservação do meio-ambiente e as parcerias com o poder público para a defesa dos interesses de cidadania, proteção à velhice e à criança e adolescente.

Na manhã de quinta-feira 07.04.2011 (11:00), o Dr. Eduardo Figueiredo (Diretor da Usiminas), fez palestra sobre Meio Ambiente e Energias Renováveis, e na sexta-feira (11:00) o Prof. Sacha Calmon Navarro Coelho falou sobre a História da Mitologia Judaico Cristã.

A Maçonaria é uma Instituição patriótica, que sempre se preocupou com as questões políticas e sociais, tendo sido precursora dos grandes levantes mundiais em defesa dos cidadãos, e nas Américas foi participante ativa dos movimentos de independência dos países, como a Inconfidência Mineira, Independência do Brasil, Independência dos Estados Unidos da América, dentre outros.

A Maçonaria é progressista e tem por fundamentos básicos a busca do aperfeiçoamento de seus membros, para que eles, aperfeiçoados, possam servir à coletividade onde estejam inseridos. A busca incessante da valorização dos indivíduos pela absoluta observância das normas de conduta moral e ética no trato das várias situações que a vida se lhes oferece, além do enaltecimento do patriotismo e dos fundamentos que no curso da história construíram as virtudes, garantiram à nossa Instituição o reconhecimento das sociedades e das nações.

Hoje, segundo o Grão-Mestre Janir Adir Moreira, a Maçonaria encontra-se inserida no contexto social e político da Nação Brasileira, atuando como colaboradora e parceira dos Poderes Constituídos. A Grande Loja Maçônica de Minas Gerais tem tomado posição clara e definida no contexto social e político, da mesma forma que tem promovido parcerias com o setor público em defesa da sociedade, executando vários projetos em defesa da cidadania. A presença maciça de tão expressivas autoridades na sessão de abertura, demonstrou o prestígio e a representatividade da Maçonaria diante da sociedade.

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.