Nunca pensei na expressão, “Abraçar o Mundo com as Pernas!”, como ultimamente. Como é ocupar dois cargos de suma importância sem se dedicar plenamente a um deles? Segundo Roberto Shinyashiki, médico-psiquiatra com pós-graduação em Gestão de Negócios (MBA – USP) e doutor em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP), “dedicação” é a capacidade de se entregar à realização de um objetivo.

Em um de seus textos, ele afirma que não conhece ninguém que tenha progredido em qualquer carreira sem trabalhar pelo menos doze horas por dia nos seus objetivos. A realização de um sonho depende de dedicação. Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão e não tira ninguém do lugar onde está, pois ilusão é combustível de perdedores. Agora, comparemos como seria ter um Senador da Repúplica do Brasil como Grão-Mestre Geral do GOB. Não avaliaremos suas qualidades como pessoa, como Ir.’., mas pelo seu cargo. Para ele ter sucesso como GMG precisaria de dedicação ao cargo. Nem vou levar em consideração as 12 horas que Roberto Shinyashiki recomenda, mas o mínimo de dedicação possível. O que seria do povo de Roraima, que votou nele como representante de seu Estado? Seriam colocados de lado? Que grande injustiça com nossos compatriotas!

Com certeza, como maçom, nosso Ir.’. Mozarildo Cavalcanti não faria isso. Mas se não o fizer quem trabalhará no cargo de GMG para a nossa Maçonaria? Talvez seus homens de confiança. Mas se eleito, nossos IIr.’. não votaram em seus “homens de confiança”, e sim nele! Nesse caso é mais fácil esses IIr.’. que têm a sua confiança se candidatarem ao cargo, e não ele. Em uma ação mais racional, o melhor de tudo é que um Ir.’. Senador da República tenha a maçonaria brasileira como aliada, e vice-versa. Nesse caso, com certeza as pernas não precisariam ser tão longas para conseguir abraçar o Mundo!

É por essas e outras que mais de 90% dos Grãos-Mestres Estaduais apóiam a candidatura da Chapa 1, composta por nossos IIr.’. Marcos José da Silva e Cláudio ROQUE Buono Ferreira, como pode ser conferido a seguir, através de trechos das Cartas de Apoio, enviada à coordenadoria da Chapa 1 – Tradição e Modernidade!

… Todavia, não bastam apenas as propostas de trabalho dos candidatos. É fundamental que seja analisado o perfil de cada um deles. Não estamos falando do perfil ético, moral e probo que é o mínimo que se espera daqueles que se candidatam ao mais elevado cargo da Maçonaria Simbólica Brasileira; estamos falando de efetivo trabalho prestado à Maçonaria que possa vir credenciá-los a tão alto cargo…

… Assim, pelos relevantes serviços prestados à Sublime Instituição; em face da ampla experiência na função de Sap.’.Grão-Mestre Geral Adjunto do Grande Oriente do Brasil e por todo o conjunto de sua dedicação, competência e experiência, é que se credencia o nosso Ir.’. MARCOS JOSÉ DA SILVA, para exercer o cargo de Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, nas próximas eleições que seguramente contará com nosso voto e absoluto apoio.

Que ganhe o Grande Oriente do Brasil!

Ir.’.BENEDITO MARQUES BALLOUK FILHO – C.I.M. 134.406
Grão-Mestre do Grande Oriente de São Paulo

… Como conhecemos bem a estrutura e a organização do GOB e de nossa Ordem, temos convicção absoluta que em sua administração não há lugar para aventureiros, e que somente aqueles que estão muito bem preparados, serão capazes de conduzir os destinos de nossa Instituição, sem atropelos e tropeços…

…Hoje, acredito, não existe um Ir.’. mais bem preparado e apto para administrar o GOB, que o Ir.’. Marcos José da Silva, pois a experiência acumulada nos vários cargos que ocupou na Ordem, o qualificam para desempenhar com maestria a função de Sob.’.Grão-Mestre do GOB…

Ir.’.Eduardo Gomes de Souza
Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil do Rio de Janeiro

…O Sapientíssimo Ir.’. MARCOS JOSÉ DA SILVA, não é aquele candidato de última hora, ausente das Lojas e distante dos IIr.’.. Ele está aí, como eu disse, há anos e anos, expondo suas propostas, discutindo idéias.

Finalmente, tanto o Ir.’. MARCOS JOSÉ DA SILVA, quanto o Ir.’. CLÁUDIO ROQUE BUONO FERREIRA, possuem currículos maçônicos realmente invejáveis. A análise dos quatro currículos maçônicos, se comparados de forma isenta, não nos deixa qualquer dúvida quanto à decisão incontestavelmente lógica e racional pela CHAPA Nº 1, e, portanto, uma decisão certa. Por tudo isso, eu, Amintas de Araújo Xavier, apoio as candidaturas dos IIr.’. MARCOS JOSÉ DA SILVA e CLÁUDIO ROQUE BUONO, por entender que a CHAPA Nº 1, que alia Tradição e Modernidade, é a melhor opção para o GRANDE ORIENTE DO BRASIL. Belo Horizonte, janeiro/2008. Fraternalmente,

Ir.’.Amintas de Araújo Xavier
Grão-Mestre do GOEMG/GOB

…A bem da verdade, preciso dizer que nas minhas andanças, com o objetivo de unir, cada vez mais, a nossa família maçônica, sempre esteve ao meu lado o querido Ir.’.Grão-Mestre Geral Adjunto, Marcos José da Silva, cuja competência e amor ao nosso trabalho, me fizeram ver com bons olhos, o seu desejo de candidatar-se ao cargo que ora ocupo.

Diante disso, levando em consideração que a Maçonaria é uma Instituição inteiramente democrática e, mais ainda, por um dever de lealdade, é que venho solicitar ao prezado Ir.’. que elejamos o Ir.’. Marcos José da Silva…

Ir.’.Laelso Rodrigues
Sob.’.Grão-Mestre Geral do GOB

Relação de Grão-Mestres que apóiam a CHAPA 1 – Tradição e Modernidade: Visite o portal
www.gob2008.com.br e fique por dentro.

Algumas Autoridades que apóiam a CHAPA 1 – Tradição e Modernidade

Ir.’. Manir Haddad – Ex-Grão-Mestre do GOB; Ir.’. João Baptista Moraes Oliveira, Grão-Mestre de Honra do GOSP; Ir.’. José Frederico Zanini, Grão-Mestre de Honra do GOSP – Comendador da Ordem de D. Pedro I; Em.’.Ir.’.Valdemar Gomes, Presidente da PAEL do GOSP; Em.’.Ir.’.Márcio Corrêa Fernandes, Presidente da PAEL do GOMG; Ir.’.Felipe Spir; Ir.’.Antônio Nami. Entre tantos outros…

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.