Cada ser nasce com um talento próprio, mas nem todos sabem utilizar essa capacidade nata ao longo da vida. O espírito de liderança é um desses atributos, que não se trata de privilégio de ninguém, e sim de desenvolvimento prático no cotidiano.

Ser líder é diferente de ser chefe, pois o chefe manda, o líder motiva os seus liderados com a força da determinação de seus propósitos. Ele mobiliza as massas e faz novos líderes; não é egoísta, pois tem a visão de que somente há crescimento com mais pessoas capacitadas a desenvolver as tarefas propostas. Desse modo, torna-se um profissional bem-sucedido, benquisto por todos e não deixa de cumprir a sua missão.

Chamado carinhosamente na Maçonaria de “Marinho”, o Irmão Mario Sergio Nunes da Costa é um bom exemplo dessa linha de pensamento. Sua vida sempre se pautou pelo trabalho incessante, e, pelo resultado do seu trabalho como empresário, podemos perceber o grande líder que a Maçonaria Paulista possui no seu meio.

É casado com Siomara Regina Dragoni da Costa e tem dois filhos. Procura sempre passar aos seus descendentes a mesma linha de conduta que herdou de seus pais, Acionil Nunes da Costa e Fiuza Adolpho Costa, valorizando sempre a sagrada instituição: a Família.

Mario Sergio nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, mas São Paulo se tornou a cidade que lhe traria ascensão profissional. Graduou-se em Direito, com extensão em Direito Societário – Mercado de Capitais. Ao longo de mais de 35 anos de atividade, participou dos quadros profissionais de mais de dez instituições financeiras na área de Bolsa de Valores, nas quais adquiriu vasta experiência na área de finanças exercendo funções de alta confiança. Sempre demonstrou capacidade e esforço, o que o levou a se tornar sócio diretor da ATRIUM S/A, empresa que se consolidou no mercado nacional, comprovando a capacidade desse grande líder, que é um gestor de investimentos com extrema competência.

Iniciado na Maçonaria em 7 de dezembro de 1996, na A. R. L. S. Jacques de Molay e instalado em junho/2001 nessa Loja. Além disso, foi investido no Grau 33 do R.’.E.’.A.’.A.’. em junho/2008; condecorado com a Medalha Montezuma – Supremo Conselho R.’.E.’.A.’.A.’.; condecorado com Medalha Gonçalves Ledo – GOSP e condecorado com a Medalha José Bonifácio da Câmara Municipal de São Paulo e com o Título de Cidadão Sorocabano.

Durante todos esses anos, não mediu esforços para se dedicar aos ideais da Sublime Ordem e, por sua dedicação, recebeu diversas láureas, entre as quais se destacam: Membro da Loja Liberta – Uruguay; Membro da Saint George’s – 5561 – UGLE; Membro das Lojas de Marca Barão de Mauá – 1852 e Moses Montifiori, ambas do Distrito Inglês; 3º Grande Principal do Grande Priorado do Brasil; Passado Grão-Mestre da Grande Loja de Marca do Brasil; Grand Registrador; Grão Prior de Malta – do Grande Priorado de Malta do Brasil; Grão Cruz do Templo – do Grande Priorado do Brasil; Membro Fundador do Tabernáculo de São Paulo – nº 230; Membro Honorário e Venerável de Honra de várias Lojas.

Executou diversas atividades e assumiu alguns cargos de responsabilidade, entre os quais o de Grande Secretário de Finanças do Grande Oriente de São Paulo. Vale ressaltar que, depois de treze anos, as finanças do GOSP foram aprovadas. Isso não nos surpreende; basta ver que ele é um empresário bem-sucedido e, certamente, aplicou todo seu conhecimento na sua gestão maçônica também.

Desde 21/06/2007, é Presidente do Ilustre Conselho Estadual – GOSP e Grão-Mestre Adjunto do Grande Oriente de São Paulo. É Membro Efetivo do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o REAA e Grão-Mestre do Grande Priorado do Brasil.

Na presença de mais de 900 pessoas, entre autoridades maçônicas e demais convidados, foi lançada recentemente no Círculo Militar de São Paulo a candidatura do Irmão Mario Sergio ao cargo de Grão-Mestre Estadual do Grande Oriente de São Paulo. Na ocasião, foi possível comprovar a confiança que o Povo Maçônico deposita na sua pessoa à frente do Grande Oriente de São Paulo, pois, sendo eleito, certamente não medirá esforços para uma gestão de seriedade e competência. Não desmerecemos em nada todas as gestões anteriores, que também deram o melhor de si para a Maçonaria Paulista e lá estavam, naquela noite, prestando o seu apoio a essa candidatura.

“O que pretendo é dar continuidade ao trabalho que já vem sendo feito, o qual temos acompanhado de perto, e poder acrescentar novos projetos que venham agregar valores e contribuir para o crescimento da Maçonaria no Estado de São Paulo. Para isso, conto com o apoio de todos os Irmãos para que, juntos, possamos fazer uma nova história e deixar para os maçons do futuro um exemplo a ser trilhado, uma base para que possam prosseguir com os reais objetivos de nossa Sublime Ordem. A vitória não será do Marinho, e sim da nossa querida e amada Instituição.

Uma característica que também é marca do Irmão Marinho é a valorização da mulher. E, para elas, tem um propósito a ser motivado em sua gestão, que é incrementar as ações da Fraternidade Feminina em todo o Estado de São Paulo, de modo que elas também possam mostrar o seu valor, a sua capacidade e o seu amor à nossa sociedade. “Nossas Cunhadas são muito importantes e acredito fortemente que elas podem contribuir de modo positivo para uma sociedade mais fraterna e mais solidária”, destacou.

É com essa capacidade realizadora e esse espírito de liderança demonstrado diariamente por esse Irmão, que a Maçonaria Paulista se enche de esperança, para um futuro promissor dos sublimes ideais que unem homens de bons costumes.

Embora dedique boa parte de seu tempo ao trabalho maçônico, Marinho é um homem que não se esquece da célula mais importante de seu ser: a sua família. Como bom líder que é, consegue administrar trabalho e família de modo que esta não se sinta prejudicada ou abandonada pelo pai, marido e provedor do sustento da casa. Esse seu modo de gerir a situação, permite-lhe desfrutar de todo o carinho da esposa, Siomara, que tem se mostrado uma companheira sem igual, e de seus filhos, que não veem a Maçonaria como um obstáculo entre a família e o labor de cada dia. “Sempre consigo um tempo para me dedicar à minha mulher e aos meus filhos, pois sem eles eu não teria chegado até aqui, de modo tão sereno. Eles são o meu sustentáculo e a eles serei eternamente grato por essa compreensão e apoio constante”, disse orgulhoso sobre a família que constituiu.

Ao final de nossa entrevista, o Irmão Marinho fez questão de deixar uma mensagem aos leitores neste momento em que o espírito do Amor e da Paz se intensifica, com o final de mais um ano e de um novo tempo que em breve se inicia para todos:

“Como valorizo muito a família, quero aproveitar esse momento para desejar a todos os leitores e, especialmente, a toda a Família Maçônica os meus votos sinceros de Boas Festas e que Ano-Novo seja pleno de Saúde, Amor e Paz! Que estejamos sempre unidos em torno do ideal mais nobre que nos move e nos motiva permanentemente, seja na Maçonaria ou em nosso dia a dia”, finalizou.

Uma resposta

  1. Sérgio Ruas

    Histórico de vida profissional e Maçônico que dá clara visão de conquistas, sucesso, índole, e principalmente maturidade.

    Como não confiar num ser humano com tanta grandeza, como a que se revela nesse Irmão?

    Rogamos tenha o Prezado Irmão muita Paz, e que o prenúncio da chegada do Novo Ano traga a Todos nós a Esperança que buscamos nas realizações dos nossos Grandes Líderes Maçônicos por cuja continuidade evolutiva tanto torcemos.

    Feliz Festas ao Ilustre Irmão juntamente com sua Família.

    Grande e Forte Abraço,

    S. Ruas

    Responder

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.