Uma iniciativa inovadora surgiu no seio da Maçonaria Pernambucana, fiel herdeira das tradições de ilustres maçons como Frei Caneca, General
Abreu e Lima, Mário Melo e tantos outros: a criação de uma Loja que homenageasse as mulheres. Com esse intuito, no dia 8 de novembro de 2016 ocorreu a Fundação das Colunas da A∴R∴L∴S∴ Cleuza Veneziani Costa, no seio da Grande Loja Maçônica de Pernambu- co – a primeira Loja Maçônica a adotar um nome feminino.

A proposta dos Irmãos foi homenagear uma mulher indescritível – Cleuza Veneziani Costa (23/05/1943-21/09/2007). Filha de italianos, ti- nha uma personalidade forte, mas sempre com um sorriso estampado no rosto, irradiando ale- gria a todos à sua volta, e muito amor no cora- ção. Casada com Waldyr Cardoso Costa e mãe de Silvana Veneziani Costa e Wagner Venezia- ni Costa, a quem deu uma educação ímpar com exemplos de fé, coragem e amor, o que se es- tendeu aos seus quatro netos, para os quais era considerada UMA LUZ.

por meio da literatura, Dona Cleuza, como era carinhosamente chamada, contribuiu para o crescimento cultural e espiritual de milhares de pessoas

Apesar de suas atribuições com a família, ain- da dedicou sua vida como empresária atuante, na Madras Editora, e sócia proprietária da WVC Gestões Inteligentes, uma editora de livros ju- rídicos e filosóficos, diariamente se fazendo presente na área administrativa e de recursos humanos, promovendo a integração entre seus colaboradores. É de se destacar também o seu aspecto solidário, pois se mostrava sempre preo- cupada com o bem-estar dos menos favorecidos, tendo em vista que era benemérita de diversas instituições filantrópicas de auxílio a crianças carentes da capital paulista.

E mais, atuou como escritora, sendo autora de diversos livros, entre os quais se destacam O Livro
Sagrado das Orações, Os Salmos da Bíblia, Preces Espíritas e O Grande Livro Sagrado das Orações; além de outros títulos em que utilizava um nome iniciático que não pode ser revelado. Por meio da literatura, Dona Cleuza, como era carinhosamente chamada, contribuiu para o crescimento cultural e espiritual de milhares de pessoas. Eis aqui um exemplo de mulher, mãe, amiga e de ser humano.

OS OBJETIVOS DA LOJA


A Oficina adota o Rito Escocês Antigo e Aceito e desenvolve seus trabalhos seguindo as orien- tações da Grande Loja Maçônica de Pernambu- co. Pratica uma Maçonaria autêntica, sempre procurando incentivar seus obreiros ao estudo e à pesquisa. Além disso, está aberta a parcerias, tratados e convênios culturais com outras Lojas no Brasil e no Exterior. Seguindo os exemplos de sua patronesse, a Loja Cleuza Veneziani Costa, apesar do pouco tempo de fundação, já desenvolve campanhas chamadas de Ações Solidárias ou Filantrópicas. Exemplo disso foi a Campanha do Natal Solidário 2016, que consistiu em arrecadação de brinquedos, fraldas, material de higiene e gêneros alimentícios em parceria com a As- sociação dos O ciais da Reserva do Exército (AORE Recife) e apoio do Centro de Preparação de O ciais da Reserva do Recife. A entrega do material arreca- dado ocorreu no dia 17 de dezembro de 2016, com o desenvolvimento de atividades sociais e de recrea- ção com as crianças e idosos das entidades atendidas: Creche Aconchego do Hélio e Abrigo Cristo Redentor.

SOBRE AS ENTIDADES BENEfICIADAS:


1) A Creche Aconchego do Hélio tem mais de 12 anos de existência e oferece refeições diárias e apoio escolar para cerca de 50 crianças, de 1 a 4 anos. Atualmente, a instituição sobrevive com doações e trabalho voluntário. Endereço: Rua Acajutiba, 590, Bongi, Recife/ PE. 2) O Abrigo Cristo Redentor, inaugurado em 20 de setembro de 1942, tem sido adminis- trado atualmente com dedicação pelo Rotary Club do Recife, com a colaboração da Con- gregação da Glória. Mantém-se graças a algu- ma subvenção governamental e com o apoio permanente de voluntários, através do próprio trabalho ou de doações. Hoje abriga cerca de 100 idosos. Endereço: Avenida Governador Agamenon Magalhães, s/n, Cavaleiro, Jaboa- tão dos Guararapes/ PE.

A ideia é que essas ações sejam expandidas, tornando-se permanentes, com a participação ativa de membros da Loja e da sociedade em ge- ral, buscando atender comunidades carentes com mais projetos sociais relevantes.

Seguindo os exemplos de sua patronesse, a Loja Cleuza Veneziani Costa, apesar do pouco tempo de fundação, já desenvolve campanhas chamadas de Ações Solidárias ou Filantrópicas

AÇÕES CÍVICAS E DE CIDADANIA
A Loja realizará constantemente palestras abertas ao público, com o apoio de instituições públicas e pri- vadas, com o objetivo de buscar maior aproximação com a comunidade em geral, além de proporcionar instrução à população. Essas palestras serão realiza- das por membros da Loja ou por especialistas convi- dados. Eis alguns temas já propostos:
• Direito do Cidadão;
• Saúde;
• Educação;
• Cultura;
• História;
• Filosofia, dentre outros.

A Oficina também participou ativamente das comemorações alusivas ao Bicentenário da Re- volução Pernambucana de 06 de março de 1817, tendo patrocinado, inclusive, a instalação de um Painel Referencial da Revolução Republicana de 1817, que enaltece a participação da Maçonaria naquele importante episódio de nossa História. Em 06 de março de 2017, participou da Sole- nidade de Abertura das Comemorações do Bicen- tenário da Revolução Pernambucana de 1817, no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo Estadual, em Recife, integrando o Grupamento da Grande Loja Maçônica de Pernambuco. A soleni- dade foi presidida pelo Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e constou de hasteamento do Pavilhão Nacional, da Bandeira de Pernambuco e do Governo do Estado, além de aposição de coroa de ores na Placa Comemorativa. Em seguida, o Des le Cívico Militar incluiu a re- presentação da Grande Loja Maçônica de Pernambu- co com o garbo de cerca de 40 Irmãos e DeMolays, destacando e enaltecendo o papel da Maçonaria e sua participação na Revolução Republicana de 1817.

Realizou no dia 28 de março de 2017 uma Sessão Magna Pública em conjunto com a Loja Irmão Frei Caneca, com uma palestra ministra- da pela Dra. Maria Cristina Cavalcanti de Albu-
querque, do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, tendo por tema a Re- volução Pernambucana de 1817. Sempre no intuito de buscar o aprimoramen- to constante de seus integrantes e proporcionar maior interação, a Loja procura estabelecer Tra- tados e Convênios de Cooperação com outras Lojas no Brasil e no exterior.

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.