“Deus dos homens livres,
Concedei-nos a vitória sobre os tiranos que querem escravizar todos os homens livres e todas as nações.
Dai-nos a Fé e a compreensão para amarmos todos aqueles que lutam pela liberdade, como se todos eles fossem nossos irmãos.
Nossa terra é apenas um pequeno astro do Universo imenso.

Todavia, poderemos fazer dele uma grande coisa, um grande planeta não perturbado pela guerra, não agitado pela fome ou pelo medo, não dividido pelas insensatas distinções de Raça, de Cor ou de Doutrina

Concedei-nos a coragem para isso e fazei com que possamos iniciar esta tarefa hoje, para que nossos filhos e os filhos de nossos filhos possam orgulhar-se do nome de homem.
Dai paciência aos enganados e tende piedade 
dos traídos.

E concedei-nos a energia e o valor para que possamos limpar o mundo da opressão e da cediça doutrina de que o forte deve devorar o fraco, tão só e unicamente porque é forte.
Acima de tudo, dai-nos a fraternidade, não apenas neste dia, mas para todos os anos da nossa vida – uma fraternidade não de palavras, mas de atos e fatos.
Todos nós somos filhos da terra. – Dai-nos a conhecer essa doutrina simples; se nossos irmãos sofrem a opressão, nós também sofremos a opressão; se nossos irmãos têm fome, nós também temos fome; se a liberdade de nossos irmãos desaparecer, a nossa não está segura.

Dai-nos a fé comum, para que o homem possa conhecer o pão e a paz, para que o homem possa conhecer a Justiça e a Retidão, a Liberdade e a Segurança; para que ele tenha um senso igual, uma oportunidade igual para fazer sempre o melhor que puder em benefício de todos, não apenas nas suas próprias pátrias, mas em todo o mundo e para todo o mundo.
E nossa Fé, fazei com que possamos marchar, felizes e confiantes, rumo do mundo puro e perfeito, que nossas mãos podem construir.”

BIBLIOGRAFIA:

– Fonte: O APRENDIZ – edição de Janeiro/1985 – n° 236
Copiado em 25/02/2014

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.