POESIA

 

Será o futuro agora
uma espécie de reunião entre os deuses?

O encontro dos planetas
perder-se-á na arrogância dos homens?

Será que perderemos a rota
e o significado dos sonhos terrestres?

Uma sublime lágrima chorada em vão
formará grandes oceanos.

Uma precisa melodia não ouvida
desencadeará grandes danos.

Assim, de repente, o silêncio conforta
o que restou da explosão

o que sobrou do fogo e do perdão,
da tempestade e do abrir da comporta:
da Intolerância.

Eis a beleza da história
na retórica aura da eternidade.

Eis o tamanho do abismo
entre o homem e a humanidade.

O Grande Arquiteto do Universo
revela-nos a verdade
(antigas palavras mágicas)

Falta-nos compreender
a engrenagem da viagem da vida
e o mecanismo do ocultismo da morte.

O renascimento dos novos tempos começa agora!

Sobre o Autor

ARLS Mount Moriah Nº 3327 - GOSP/GOB

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.