Você já tentou imaginar que a vida pode ser comparada a uma viagem de trem? É isso mesmo, se você parar para pensar, poderá ver como as duas são parecidas.

Quando nascemos, entramos nesse trem e nos deparamos com algumas pessoas que estão nesta viagem conosco para sempre, nossos pais. Infelizmente isso não é verdade, pois em alguma estação, eles descerão e nos deixarão órfãos de carinho, amizade e companhia insubistituível. Por outro lado, isso não impede que durante a viagem pessoas interessantes e que virão a ser especiais para nós, embarquem.

Aí chegam nossos amigos e amores maravilhosos. Muitas pessoas tomam esse trem apenas a passeio; outras encontrarão nessa viagem somente tristezas; ainda outras circularão pelo trem pronta a ajudar quem precisa. Muitos descem e deixam saudades eternas, outros passam por ele de uma forma que quando desocupam seus assentos ninguém percebe.

E a viagem prossegue cheia de embarques e desembarques, acidentes ou surpresas agradáveis em alguns embarques e grades tristezas em outros, mais cheias de sonhos, fantasias, esperas e despedidas. Por isso, faça a sua viagem da melhor maneira possível, tentando relacionar-se com todos os passageiros, procurando neles suas qualidades e deixando também o que há de bom em você. Afinal, jamais saberemos em qual parada desceremos e muito menos onde descerão nossos amigos e companheiros de viagem.

Autor

Desconhecido, Enviado Pelo Ir.’.Agenor de Freitas Filho

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.