I
Atenção meus Irmãos para entrar
Na sessão ordinária de aprendiz
Fiquem todos de pé e bem felizes
Para os cargos em Loja ocupar
Meu irmão cobridor deixe passar
Esses homens de alma aprimorada
Porque vai começar nossa jornada
Na busca constante da justeza
E ao final, teremos com certeza
Alcançado o topo da escada.

II
Qual o primeiro dever de um vigilante?
É olhar se o templo está coberto
Veja lá se não tem ninguém por perto
Meu irmão Cobridor vá confiante
Com a espada na mão siga adiante
Ao voltar dê na porta três pancadas
E anuncie se ela tá fechada
Diga ao Mestre: o dever já foi cumprido
Voltando ao lugar que lhe é devido
Já podendo a sessão ser iniciada.

III
Do primeiro vigilante à direita
O segundo diácono está sentado
Pra cumprir suas ordens com cuidado
E a sessão ficar justa e perfeita
No oriente também sempre à direita
E abaixo do sólio está guardado
O primeiro diácono preparado
Pra levar a palavra ao ocidente
Depois sobe e volta ao oriente
Uma vez que já deu o seu recado.

IV
A que horas começam trabalhar
As pessoas tratadas de aprendiz
Meio dia contente e bem feliz
Para a pedra bruta desbastar
Chanceler, já tem número regular?
Tem sim meu Mestre instalado
Cerimônia, estão todos trajados?
Sim, toda a Loja está composta
Cada Irmão revestido como gosta
Os trabalhos vão ser iniciados.

V
Meu Irmão cerimônia venha aqui
Diz o Mestre instalado com firmeza
Convide o Orador naquela mesa
Pra que venha ao altar a lei abrir
Leia para que todos possam ouvir
O salmo número cento e trinta e três
E assim com bastante altivez
Coloque o esquadro em seu lugar
E fazendo o sinal volte ao lugar
E espere chamá-lo outra vez.

VI
A leitura da última sessão
Com atenção vai ser iniciada
E depois de lida analisada
Nas colunas por qualquer um Irmão
Com o silêncio reinando na sessão
O Venerável anuncia o resultado
Que o texto encontra-se aprovado
Sem emendas, rasura ou correção
Parabéns Secretário, meu Irmão.
Pela forma que tem se dedicado.

VII
Meu Irmão secretário me dizeis
Se há expediente pra ser lido
De papéis emitidos ou recebidos
Se houver a leitura já fazeis
Preciso, portanto, que vocês
Escutais com bastante atenção
Um a um vai fazendo a menção
Depois diz que chegou ao seu final
E assim vai passando o ritual
Para o próximo passo da sessão.

VIII
O saco de propostas passa agora
Começando aqui pelo oriente
E depois percorrei o ocidente
Diz o meu Venerável nessa hora
E o saco viaja sem demora
Visitando a cada um Irmão
Um a um no saco põe a mão
Muitas vezes só com certificado
Pelo fato de ter participado
Noutra Loja em noite de sessão.

IX
Com a ordem do dia anunciada
Sempre há assuntos importantes
Sendo dada a palavra aos Vigilantes
A discussão já está iniciada
Para ver a matéria aprovada
O cerimônia confere a votação
Cada um levantando a sua mão
Ele então anuncia o resultado
A unanimidade está aprovado
Vez ou outra que dá abstenção.

X
O templo de estudo é importante
Com Irmão previamente anunciado
Trazendo um trabalho elaborado
Com matéria sempre interessante
E o Irmão de modo elegante
Vai tecendo o seu conhecimento
Que encanta a todos no momento
Com o trabalho por ele apresentado
Quando ele diz ter terminado
Logo e feito o agradecimento.

XI
Irmão hospitaleiro por bondade
Percorra as colunas da sessão
E peça para cada um Irmão
Que revista-se de fraternidade
Depois leve a solidariedade
Para o altar da tesouraria
Que depois de contar toda quantia
Anuncia a medalha ali cunhada
Importância essa que é guardada
Para as obras da hospitalaria.

XII
A bem da ordem a palavra é dada
A quem dela na Loja queira usar
Nas colunas irão bem circular
No sul começando a ser usada
No norte depois que ela é falada
Ela vai para o trono principal
Cada mestre fazendo o seu sinal
A palavra lhe é dada por direito
Variados assuntos desse jeito
São tratados de forma bem real.

XIII
Não havendo quem dela queira usar
É chamado no caso o Orador
Pra fazer no templo um louvor
Aos Irmãos que veio nos visitar
E a sessão que está para findar
Transcorreu com o mais puro respeito
Foi tratada da sua forma e jeito
Prevista no regulamento
Só tenho a dizer como argumento
Que ficou justo e perfeito.

XIV
Cerimônia venha aqui para o altar
Conduzindo bem firme o seu bastão
Pra findar de vez essa sessão
Convide o Orador do seu lugar
Com o esquadro de forma angular
O livro da lei foi protegido
Desfazendo o sinal foi concluído
E veja nossa bateria como é
E aclamando huzé, huzé huzé
Só nos resta ficar agradecido.

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.