O painel do Terceiro Grau, ao lado, faz referência ao processo pelo qual alguém se torna Mestre. É um ritual em que participam todos os Mestres, mas simboliza algo que poucas pessoas efetivamente experimentam. A morte contemplada pelo Grau de Mestre é um processo pelo qual essa consciência pode ser recuperada. Não é uma morte física, mas a morte do conceito que a pessoa tem de “Eu”.

Prosseguindo no estudo do Código Landmarks de Mackey por mim anotado, passemos ao exame do quarto artigo conforme enunciado no número anterior deste periódico.

Quarto Artigo: O Governo da Fraternidade por um Oficial que preside, denominado Grão-Mestre, eleito pelo povo maçônico, é o quarto Landmark da Ordem. Muitas pessoas ignorantes supõem que a eleição do Grão-Mestre se pratica em virtude de ser estabelecida em lei ou regulamento da Grande Loja. Nos anais da Instituição se encontram, porém, Grão-Mestres, muito antes de existirem Grandes Lojas, e, se o atual sistema de governo legislativo por Grandes Lojas fosse abolido, sempre seria preciso a existência de um Grão-Mestre.

Anotação do Quarto Artigo: Este quarto artigo do conjunto de Landmarks compilado por Albert Galletin Mackey (1856) trata da Direção Institucional Maçônica.

Faz menção da figura do Grão-Mestre como sendo o personagem supremo da Potência ou Obediência, dentro da esfera de atribuições da localidade, podendo também ser regional, nacional ou internacional. Esses detalhes ficam disciplinados pelas constituições editadas pelas Potências ou Obediências.

Mas é preciso notar que diante do Código Landmarks esses diplomas legais da Fraternidade são hierarquicamente inferiores, pois os postulados expressos nos Landmarks consubstanciam uma Super Constituição Maçônica Universal, enquanto as Potências ou Obediências elaboram apenas regras para “interna corporis”.

E é por isso que o Código Landmarks é uma SUPERCONSTITUIÇÃO MAÇÔNICA UNIVERSAL.

Observe-se, ainda, a proibição de uma Loja intervir na congênere, como iremos verificar no décimo sexto artigo deste codex:”Nenhuma Loja pode intrometer-se em assuntos que digam respeito a outras,nem conferir graus a Irmãos de outros Quadros.”

Na próxima edição desta revista trataremos do quinto artigo.

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.