O egrégio tribunal eleitoral maçônico do GOSP empossa seu ilustre juíz-presidente Rogério Donizetti campos de oliveira para gestão 2015/2016

Editora Domínio esteve presente prestigiando na noite de terça-feira dia 04/08/2015; a posse do Ilustre Presidente Rogério Donizetti Campos de Oliveira e seu Vice-Presidente José Geraldo de Lucena Soares. Também foram empossados os Ilustres Irmãos Juízes Adriano Catanoce Gandur, Eduardo Marcantonio Lizarelli, Gilberto de Amaral Macedo, João Batista Martins César, Laércio Laurelli e Luiz Carlos Pégas.

O Presidente do Egrégio Tribunal Eleitoral Maçônico do Grande Oriente do Estado de São Paulo, Ilustre Ir∴ Rogério Donizetti Campos de Oliveira, agradeceu a presença de todos os Ilustres Irmãos que enriqueceram a solenidade.

Algumas autoridades presentes: Grão Mestre Estadual de Honra do GOSP Ir∴ Mário Sérgio Nunes da Costa, Pod∴ Procurador Estadual Ir∴ Walter Teixeira, Pod∴ Secretário Geral Adj∴ de Comunicação e Informática do GOB Ir∴ Fernando Colacioppo, Pod∴ Deputado Federal Ir∴ José Aleixo Vieira, Secretário Estadual de Gabinete Ir∴ Ney Duarte, Seretário Estadual Adjunto de Educação e Cultura Maçônica Ir∴ Omar Zacharias, Secretário Adjunto de Relações Internas Ir∴ Marcelo Pascios, Assessor do Grão Mestre Estadual Ir∴ Edson Reis, Venerável Ir∴ Deputado Estadual e Orador da Pod∴ Assembléia Estadual Legislativa Ir∴ Heraldo de Oliveira Santos Filho, Venerável Mestre Ir∴ Leonardo Martim entre diversas outras autoridades.

Abaixo, o discurso de Posse realizado na Sala do Tribunal:  
“A jornada que começamos a seguir hoje é fruto de um caminho seguro de dedicação a nossa sublime instituição. E com a ajuda inestimável de muitos irmãos que acreditam em nosso trabalho e nos dão exemplos de retidão e conduta.
A presidência desta Corte seguramente não é o ponto de chegada, mas de partida, pois do muito que já foi feito há ainda mais a ser realizado.
Nossos jurisdicionados são um eleitorado diferenciado, mestres maçons, alguns jovens, outros já testados e experimentados. Pessoas de liderança e diferenciadas por seu comportamento no seio da sociedade.

Somos o Tribunal Estadual com o maior número de oficinas da América Latina, nossos números são realmente superlativos.
Na penúltima eleição ao Grão Mestrado a apuração se deu em 20 dias, e na última em 16 horas. Isso já é pó da estrada, e como temos nosso dever evolucionista e de vedação ao retrocesso, a próxima eleição esperamos que o resultado da apuração se dê apenas em alguns poucos minutos.

Portanto, temos a obrigação de exercer nossas atribuições legais e constitucionais com rapidez, economia e eficiência desejável e possível. E certamente vamos fazer aquilo que deve ser feito!
Farei isso com a ajuda de todos os membros desta Corte que possuem um sólido cabedal de cultura e de conhecimento jurídico. Juízes que demonstraram toda sua competência e sabedoria nas ultimas eleições que foram um sucesso, graças à dedicação e empenho de todos desta casa com a colaboração inestimável dos membros do Egrégio Tribunal de Justiça Maçônico sob a presidência do nosso Ilustre Irmão Galdino Toledo Junior que aqui rendo minhas homenagens.

O maior de todos os problemas detectado em nosso último pleito foi à falta de conhecimento de muitas oficinas sobre as regras eleitorais. Logo, este é o problema que deve ser atacado e combatido com a máxima atenção e urgência.
Temos a sorte de possuirmos todo o aparelhamento judicial que precisamos e o comprometimento do Grão Mestrado Estadual no sentido de auxiliar no que for necessário para aperfeiçoar o processo eleitoral.

O cumprimento da lei é valor caro a todos os Maçons em especial àqueles que têm atribuição de segui-la à risca como é o nosso caso. Lamentamos por aqueles que pensam de forma diversa e temos apenas a dizer: dura lexsed lex.
Esta Corte tem o poder excepcional de delinear e fazer valer a Democracia, tal como a na àgora Ateniense.
Vive este Tribunal um momento ímpar de sua história de paz e tranquilidade eleitoral. Verdade que isso muito se deve à dignidade e qualidade dos irmãos que disputaram a última eleição, cujo resultado foi justo e favorável aos irmãos Kamel e Balluk.

Nossas palavras são breves, pois há muito trabalho a ser feito e este começa desde agora. Pontuando 6 (seis) vigas mestras e basilares que irão reger nossa Presidência e visam a aproximação das oficinas com esta Corte.

1) Ensino Eleitoral Maçônico que será realizado em todo o Estado de São Paulo. Um trabalho conjunto com a Secretária de Cultura através de palestras e vídeo aulas, disponíveis no site do Grande Oriente de São Paulo;

2) Confecção de um caderno de decisões e referências jurisprudenciais desta Corte que será atualizado permanentemente;

3) Convite mensal às lojas para visitação e participação nas sessões do Tribunal;

4) Estudo e implantação de procedimentos eletrônicos para utilizarmos a tecnologia a nosso favor e possuirmos a movimentação mínima de papéis. Este Tribunal perdeu a revolução tecnológica e a cada momento perde a evolução digital. O que não podemos permitir;

5) Reformulação, urgente de nosso Regimento Interno e por conta disso, já solicitei ao nosso Secretário, que forneça uma cópia a cada juiz para análise, crítica e sugestão às alterações necessárias;

6) E por fim, mas não menos importante, um resgate da história desta Corte, de seus Presidentes e dos motivos que levaram a sua criação. Fazendo isso, estaremos a tratar da história das eleições e da Democracia dentro de nossa Ordem até os dias atuais. Este capítulo da história seguramente não pode ser deixado de lado.

Não nos esquecendo dos louros do passado e sejamos dignos de respeito no futuro.
Jamais foi tão importante e intensa a atuação deste tribunal.
Neste caminho deposito total confiança e capacidade de trabalho aos meus pares que acabam de me eleger. A tranquilidade da sucessão, exemplo melhor não poderia existir de bom senso sem traumas e sem alarde.
Que o G∴A∴D∴U∴ nos ilumine e dê proteção”.

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.