Exercícios Para Praticar em Frente ao Espelho

Um discurso.

Célebre carta-discurso do escritor e maçom italiano Giuseppe Mazzini ao Papa Pio IX, refutando e contestando suas acusações e ataques à Maçonaria.

“Na vossa última encíclica lançastes um anátema ao mundo civilizado, à sua consciência, à vida que o alenta, como se esse mundo, essa consciência e essa vida não fossem a obra de Deus. Qual um náufrago, que sentindo a água subir ao pescoço, se despoja de tudo para buscar a salvação; assim vós, sem esperanças, arrastado pela agonia do pecado, vos despojais de toda a espiritualidade, de toda a santidade e de tudo o que torna vossa autoridade grande e eficaz. Perdido na inconsciência da razão, incapaz de vos sustentardes um dia sequer fora do recinto de vossas baionetas, não sabeis mais corrigir-vos, nem resignar-vos; e morreis… a mais horrível das mortes… maldizendo.
Negais a moral, contestando-nos o dever de trabalharmos em prol do bem-estar da humanidade, e entregando nossos Irmãos ao império da tirania, da injustica, da ignorância, dos preconceitos e dos erros.

Não abraçais senão uma causa: que deveríeis ser papa e rei, sem obrigação alguma para com a humanidade.
Hoje não reinais pela fé e sim pela força; vossos servos são corrompidos e corruptos; vós, enquanto abençoais aos aventureiros que guardam vosso santuário, não tendes uma sequer palavra de consolo para aqueles que lutam pela liberdade, igualdade e fraternidade.

Os povos porém não se dirigem a vós e sim a nós; a nós, precursores da nova era que desponta, a nós que, com a palavra e o exemplo, lhes ensinamos como devem cumprir a lei de Deus sobre a terra.

Não; vossa Igreja não reúne senão uma fração de homens que diminue cada vez mais. Vossa autoridade não mais dirige, regenera, reanima a vida. A Deus, e não a vós, os povos pedem o alento para a vida e o consolo para a morte.

Os mártires do dever se encontram entre os que vós chamais de excomungados; os que lutam pelas causas do povo se encontram entre os que vós chamais de herejes; os que pregam as santas doutrinas se encontram entre os que vós chamais de ateus; não vos resta senão mendigardes para viverdes, maldizerdes para serdes ouvido…

Ocupais um trono sobre o qual já não sois Papa…e sim vulgar tirano, sustentado pelos soldados de outros tiranos.
Como Papa, pesa sobre vós o abandono de todos os preceitos de Jesus, a sacrílega comunhão com todos os poderosos da terra, a idolatria da pompa substituída ao espírito da religião.

Como rei, pesa sobre vós o sangue de Roma e a impossibilidade de permanecerdes nela um só dia sem o amparo da força bruta.
Reconciliai-vos com Deus; com a humanidade já não podeis.”

Observação:

Se você, querido leitor, é maçom (e este livro é direcionado a maçons), treine bem a leitura do texto anterior e inscreva-se, em sua Loja, para apresenta-lo no “Tempo de Estudos”. Assim fazendo, você estará dispondo de uma ótima oportunidade para vivenciar, na prática, a leitura de um grande discurso feito por um brilhante orador. Estará, também, testando o que aprendeu até agora. Não se envergonhe de explicar isso aos seus Irmãos e de pedir que avaliem e comentem o seu desempenho. Maçonaria é isso: escola de aperfeiçoamento intelectual, de liderança e de…fraternidade.

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.