Normalmente observamos irmãos tecendo comentários e até criticando lojas que não conseguem crescer rapidamente. Chegam inclusive a perguntar se os irmãos componentes daquelas lojas não têm amigos.

Não é bem assim. Não é qualquer amigo que deve ser convidado para engrossar as colunas da Ordem.

Em verdade a Maçonaria não tem interesse apenas na quantidade de membros, mas, principalmente na qualidade dos componentes de seu quadro, porque somente com qualidade é que se perpetuarão seus propósitos e ensinamentos, que não devem ser conhecidos por não iniciados.

Outrossim, o Padrinho não deve esquecer de que seu afilhado no futuro pode vir a ser um Venerável Mestre e até Grão-Mestre. Por isso, tem que ser exigente na escolha e não convidar qualquer pessoa que conheceu e achou que tem perfil para ser maçom ou, porque a pessoa lhe prestou algum favor ou ainda, porque faz parte de uma casta social de médio a alto nível.

Neste tão pouco tempo em que adentrei a esta maravilhosa Ordem em que me esmero a cada dia a desbastar minha pedra bruta tenho reparado na preocupação constante de muitas lojas em aumentar o numero de seus quadros de obreiros no afã de fortalecer cada vez mais suas colunas.

Entretanto, tal preocupação, vem em contra partida, fazendo com que mais e mais candidatos venham a ser iniciados por motivos que confrontam com o espírito da Arte Real. Desta forma, vemos muitas lojas aceitarem candidatos em virtude de seus cargos no mundo profano, ou por serem amigos ou parentes de algum membro da loja, ou ainda, simplesmente por falta de opção por candidato melhor para completar seu quadro de obreiros e não vir a abater colunas.

Num clube de futebol, num sindicato de classe ou num partido político, claro é que a campanha de “mais um” seja válida e necessária, porque aí é o “número” o que mais importa. Mas, na Maçonaria, onde os princípios e finalidades são outros, bem diferentes devem ser os processos para admissão de “mais um”.

Muitos candidatos são iniciados em nossa Ordem sem os suficientes esclarecimentos sobre o que realmente é e representa. Tal falha resulta em muitas decepções, não só para o Candidato, como para a própria Loja que deveria dar mais amplo conhecimento sobre quem somos e o que fazemos, além de nossos objetivos maiores.

A Maçonaria é um grêmio de teor moral, composto de elementos selecionados no mundo profano. Quase todos são procedentes de um meio social mais elevado e evoluído que o comum. Daí a necessidade da garimpagem maçônica que se assemelha aos cuidados empregados na escolha das “pedras” preciosas e diamantes embrionários, que, tarde ou cedo irão ser transmutados por meio da lapidação, no caso o processo da iniciação.

O que representa maior valor no setor maçônico é a qualidade e não a quantidade de candidatos. A vida e vigor de uma Instituição, sempre dependeram do modo efetivo e reto com que ela cumpra seus objetivos. Para isso acontecer em maçonaria, urge que se faça uma garimpagem profunda acerca dos pretendentes à iniciação nos seus augustos mistérios.

Não há, pois, campanhas de angariação de sócios, nem o maçom deve estar interessado em aumentar o efetivo de sua loja sem atentar para os detalhes mínimos que são exigidos para alguém ingressar na maçonaria.

O maçom é o primeiro juiz quanto ao ingresso de alguém na Ordem Maçônica, pois muitas vezes uma pessoa tem todos os requisitos básicos apontados, mas não tem ainda a maturidade e acabam se desinteressando e se afastando dos trabalhos.

O rigor da seleção deve ser extremo, uma vez que se estará analisando a possibilidade da admissão de um novo participante do círculo Interior. E, necessário, portanto, que só seja admitido aquele que demonstrar, exaustivamente, que apresenta as condições necessárias para participar da Grande Obra e que quer dela participar.

Portanto Amados Irmãos, muito cuidado e carinho ao indicar um candidato em loja, saiba que, não estará trazendo apenas mais um amigo para um clube que se reúne uma vez por semana para fazer sinais e depois jantar, o Irmão estará indicando mais um obreiro para formar o quadro da loja e o mais importante ainda, mais um maçom para fazer parte da maçonaria universal e ser mais um
irmão e amigo.

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.