Mensagem do Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva

Dr. Enyr de Jesus da Costa e Silva, 33º Soberano Grande Comendador

Caros Irmãos,
Em nossa Ordem buscamos a verdade e o conhecimento, que são os bens mais importantes para a humanidade. Agindo assim, devemos construir nossas aspirações com fidelidade servindo a nós mesmos, a nossos irmãos e à nossa Nação. Devemos praticar as virtudes da caridade e tolerância, eliminando discórdias e cumprindo nossos deveres. Nossos pensamentos devem manter um padrão elevado e sempre positivo. Aproveitando as lições do Rito Escocês podemos lutar por justiça, pela moralidade e pelos direitos inalienáveis do homem, em um mundo que representa a obra do Grande Arquiteto do Universo, onde devemos cumprir com nobres ações um trabalho organizado com gradativa progressão. Assim, enquanto houver desunião entre os homens, a Ordem Maçônica continua sendo fundamental para alcançarmos a verdadeira liberdade, igualdade e fraternidade, contribuindo para a elevação da humanidade. Que nossa união sempre prevaleça. Abraços fraternos…
Dr. Enyr de Jesus da Costa e Silva, 33ºSoberano Grande Comendador

Grão-Mestre Geral do GOB recebe o Título de Membro Honorário do Supremo Conselho do Brasil

O Soberano Grande Comendador do Rito Escocês Antigo e Aceito e o Santo Império se reuniram para agraciar com o Título de Membro Honorário o Soberano Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, Irmão Marcos José da Silva. Na oportunidade, o Irmão Marcos José da Silva disse que estava emocionado pelo carinho e respeito que o Supremo Conselho do Brasil, na pessoa do Soberano Grande Comendador Enyr de Jesus da Costa e Silva e todo o seu estafe do Santo Império, demonstrava pelo GOB-Brasil através de sua pessoa. “Digo estar emocionado porque vejo e presencio o trabalho que está sendo feito neste nosso Supremo Conselho. Vejo o seu crescimento e vejo também a seriedade de todos os que dele fazem parte. Assim sendo, é para mim um momento muito especial e um orgulho maior em poder receber e ostentar o Título de Membro Honorário desse nosso Grande e único Supremo Conselho do Brasil. É para mim uma honrosa condecoração e um honroso cargo que acabo de receber das mãos do nosso Soberano Grande Comendador e dos Irmãos do Santo Império e posso garantir que esse Título poucos conquistaram e para mim é uma honra que divido com toda a imensa Família GOB”, declarou o Soberano Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil Irmão Marcos José da Silva.

Delegacia Litúrgica no Estado de São Paulo do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o REAA

A Delegacia Litúrgica no Estado de São Paulo é o Órgão de Representação Legal do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para Rito Escocês Antigo e Aceito.
Funciona em sua sede própria, situada na Rua Boa Vista, 76, 13º andar, no centro histórico de São Paulo, no Pátio do Colégio dos Jesuítas, onde foi construído o Colégio dos Jesuítas pelo Padre José de Anchieta, local considerado como o da Fundação da cidade de São Paulo. A Delegacia Litúrgica tem sob sua jurisdição Corpos Filosóficos distribuídos na capital e nas cidades do Estado de São Paulo, cabendo ao Delegado Litúrgico a sua administração e orientação. O Delegado Litúrgico é o Soberano Irmão, Emílio Sanchez Dimitroff, Grande Inspetor Geral, membro do Supremo Conselho, iniciado no dia 23 de agosto de 1972, na Augusta e respeitável Loja Simbólica União Caridade IV, ao Oriente de Mogi das Cruzes, Estado de São Paulo.

Autorizado por uma Carta Patente, expedida em 1829 pelo Supremo Conselho dos Países Baixos, atual Bélgica, Francisco Gomes Brandão (Francisco Gê Acaiaba de Montezuma – Visconde de Jequitinhonha) fundou, em 12 de novembro de 1832, o Supremo Conselho no Brasil. Sua doutrina tem por base as Grandes Constituições Gerais de 1762 e 1786, fundamentada na hierarquia de 33 Graus do Rito Escocês Antigo e Aceito, sob o lema “DEUS MEUNQUE JUS”. Os três primeiros graus (Aprendiz, Companheiro e Mestre), realizados no Grande Oriente do Brasil, chamados de Graus Simbólicos ou Maçonaria Simbólica, representam as três etapas da evolução do pensamento humano: intuição, análise e síntese. Os Graus Filosóficos são realizados no Supremo Conselho nos seguintes Corpos Filosóficos:

Augusta e Benfeitora Loja de Perfeição” Cruzeiro do Sul”
Do Grau 4º ao 14º – incentiva a busca da integridade moral.

Sublime e Emérito Capítulo Rosa-Cruz “Cruzeiro do Sul”
Do Grau 15º ao 18º – conduzem ao conhecimento cósmico, à identificação com o Universo através da solidariedade e do amor.

Ilustre Conselho Filosófico de Kadosch Nº 1 – do Grau 19º ao 30º
Harmonizando os ensinamentos precedentes mostram o caminho da realização do Homem em consonância com o Universo.

Mui Poderoso Consistório de Príncipes do Real Segredo Nº 1
Graus Administrativos 31º e 32º – zelam para que as Leis Maçônicas não sejam transgredidas.

Supremo Conselho Grau 33º Câmara Filosófica do Santo Império
Compreende que a razão e a verdade estão em harmonia com a sabedoria do Eterno e as aspirações da alma, tendo como auxílio a consciência e a inteligência que o leva ao axioma do maçom:“Justo e Perfeito”.

Organização

O Supremo Conselho do Brasil é administrado por um grupo de membros denominado Santo Império, que elege um presidente com o título de Soberano Grande Comendador, cargo atualmente exercido pelo Dr. Enyr de Jesus da Costa e Silva, grande colaborador da difusão cultural.
Tem por objetivo desenvolver entre os maçons, através da prática de um culto ecumênico, os seguintes princípios:
• Um Princípio Criador, o Grande Arquiteto do Universo;
• A investigação constante da verdade;
• O culto da fraternidade;
• A obediência à lei e a prática da justiça;
• O combate à intolerância;
• O trabalho em prol da
Ordem, da Pátria e da Humanidade.

Atualmente possui 50 Órgãos: 30 Delegacias Litúrgicas, 1 Representação e 19 Colégios dos Grandes Inspetores Gerais sediados nas regiões mais desenvolvidas de cada Estado. Há também 722 Corpos Filosóficos Regulares: 279 Lojas de Perfeição, 246 Capítulos Rosa-Cruz, 123 Conselhos Filosóficos de Kadosch e 74 Consistórios de Príncipes do Real Segredo, todos constituídos por Obreiros em harmônica união com o Grande Oriente Do Brasil. O Supremo Conselho realiza a Elevação ao Grau 33º duas vezes por ano, no mês de junho e novembro, reunindo grande número de Irmãos.

Centro Cultural Maçônico Francisco Gê Acaiaba de Montezuma
Trabalha com a memória como instrumento de reflexão, examinando-a como veículo de continuidade da mentalidade coletiva.

Sala de Leitura Dr. José Ramos Penedo
Democratiza e dissemina a informação ao público. Há restrições de acesso ao acervo que possa violar a privacidade da Maçonaria.

Pinacoteca.
Apresenta um acervo de grande diversidade estilística e temática de artistas como: Fernando Gomes, Rejane Sobreira, Tito Lívio Ferreira, Leonardo Meireles e outros…

Projeto Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristóvão

O Centro Cultural Maçônico participa anualmente da Semana Nacional de Museus, evento promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC). O evento possibilita aos visitantes uma viagem pela história, ciência e cultura nas instituições museológicas do Bairro de São Cristóvão, cumprindo o seguinte roteiro: Museu Nacional, Museu Conde de Linhares, Casa da Marquesa de Santos, 1º Batalhão de Guardas – Batalhão do Imperador – 1823, Centro Cultural Maçônico, Museu de Astronomia e Club de Regatas Vasco da Gama. O Centro Cultural Maçônico, durante dois dias – sábado e domingo – abre suas portas e atinge uma visitação de aproximadamente três mil pessoas.

O Supremo Conselho do Brasil:
Campo de São Cristóvão, nº114
Bairro Imperial de São Cristóvão – CEP 20921-440
Rio de Janeiro – RJ

Visitas guiadas com marcação prévia de
2ª a 6ª feira de 9:00h às 16:30h

Fones: (+55) (21) 2589.8773 / 2589.4022
2580.4974 / 2580.4647
supremo@ritoescoces.org • www.ritoescoces.org

Membros do Supremo Conselho do Brasil
Santo Império

– Enyr de Jesus da Costa e Silva
– Soberano Grande Comendador
– Cid Ney Filardi Ramos
– Lugar Tenente Comendador
– Antônio Carlos Barbosa Ramos
– Grande Chanceler Josué Morais de Oliveira
– Grande Ministro de Estado
– Antonio Carlos Premoli
– Grande Secretário de Administração
– Stenélio Rodrigues de Freitas
– Grande Secretário de Finanças e Patrimônio
– Mario Sérgio Nunes da Costa
– Grande Secretário de Relações Exteriores
– Jaricé Braga Ramos
– Grande Secretário de Comunicação e Cultura

Membros Efetivos

– Alvaro Francisco Canastra
– Olavo de Oliveira
– Bruno de Bonis
– Cláudio Roque Buono Ferreira
– Takeo Siosaki
– João Luiz Torres Neto
– Emílio Sanches Dimitroff
– Alberto Mansur
– Sergio Tavares Romay
– Edeson Domingos de Oliveira Rosa
– Otacílio Rodrigues de Alcantara
– Henrique Miranda dos Santos Moura
– Gilson da Silva Monteiro
– Hudson Domingos Apolônio
– Marco Antonio Peres
– Porfírio Rodrigues Câmara
– Paulo Cesar Alves Bernacchi
– Wilson Corrêa de Souza Neto
– Ignácio Queiroz
– Mario Sergio Nunes da Costa
– Wagner Veneziani Costa
– Ubiratan Rufino dos Santos
– Antonio Carlos Premoli

Soberanos Grandes Comendadores do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o R∴E∴A∴A∴

– Francisco Gomes Brandão
– Antônio Carlos Ribeiro de Andrada
– João Vieira de Carvalho
(Conde de Lages)
– Luis Alves de Lima e Silva
(Duque de Caxias)
– Miguel Calmon Du Pin e Almeida
(Marquês de Abrantes)
– José Bento da Silva Lisboa
(Barão de Cayru)
– Joaquim Marcelino de Brito
– José Maria da Silva Paranhos
(Visconde do Rio Branco)
– Luis Antônio Vieira da Silva
(Visconde Vieira da Silva)
– Mal. Manoel Deodoro da Fonseca
– Antônio Joaquim de Macedo Soares
– Quintino Antônio Ferreira de Sousa Bocaiuva
– Lauro Nina Sodré e Silva
– Nilo Procópio Peçanha
– Thomaz Cavalcanti de Albuquerque
– Mario Marinho de Carvalho Behring
– Octávio Kelly
– José Maria Moreira Guimarães
– Joaquim Rodrigues Neves
– José Marcello Moreira
– Djalma Souza Santos Moreira
– Ariovaldo Vulcano
– Moacyr Arbex Dinamarco
– Ney Coelho Soares
– Enyr de Jesus da Costa e Silva

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.