POESIA


I
Fomos convidados.
Fomos investigados.
Fomos aprovados em meio institucional
Fomos iniciados na Maçonaria Universal

II
Avistamos a Luz.
Procuramos a Verdade que nos conduz.
Juramos O Grande Arquiteto do Universo Glorificar.
Juramos edificar Colunas à Justiça e à Liberdade em qualquer lugar.

III
Galgamos pela Escada de Jacó a partir do primeiro degrau chamado Fé.
Alcançamos o degrau da Esperança na lapidar continuado da Pedra Bruta.
Encontramos na Igualdade a temperança,
a fortaleza, a tolerância e a resignação.
Cultivamos a Caridade pela
Fraternidade sem alarde, sem fronteira,
sem discriminação.
IV
Purificamos as nossas mãos. Usamos um Avental.
Levantamos Templos à virtude mais do que cardeal.
Cavamos masmorras aos vícios em mais de um tempo verbal.
Tomamos feliz a Pátria, a Família e a Humanidade pelo bem e pela moral.

V
Uma Ordem memorável.
Mais de uma Loja Augusta e Respeitável
Mais de uma Oficina na busca continuada do saber.
Mais de um obreiro em elevado e exaltado renascer.

VI
Mais de um Irmão nos reconhece como tal.
Mais de um Aprendiz nos fortalece em ideal.
Mais de um Companheiro nos engrandece pela Luz avistada no Céu iluminado.
Mais de um Mestre nos ensina: Amar para ser amado. Perdoar para ser perdoado

Sobre o Autor

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.