Os números 1, 2, e 3, além do valor intrínseco, representam verdades misteriosas e profundas, ligadas intimamente à própria Simbologia das alegorias e emblemas que em nossos Templos, se patenteiam a nossa vista.

Podemos notar que o número três é marcante no Grau de Aprendiz, está presente na Bateria, na Marcha e na Idade do Aprendiz. E por tanto devemos estudá-lo cuidadosamente as suas propriedades, para isso é recomendado as obras de Pitágoras, as Cabalas numérica, ou ainda, nas obras de arquitetura e arqueologia iniciática da Vitrúvio, Ramée e outros.

Desde a mais antigas civilizações, o emprego dos números é muito frequente, e neste ponto a História vem em nosso auxílio, mostrando-nos que todos os povos da antiguidade fizeram uso emblemático e simbólico dos números e das fórmulas, em geral do número e das medidas.

Podemos encontrar informações no livro “A ciência misteriosa dos Faraós” escrito pôr um sábio francês de nome Abade Moreaux, que nos conta de um modo absoluto. Provando à evidencia que as dimensões, orientação e forma das Pirâmides obedeceram a razões poderosíssimas , pois que ela encerram além de outras verdades (provavelmente ainda não encontradas), a direção do Meridiano Terrestre, o valor entre a circunferência e seu raio, a medida de peso racional (libras inglesas) etc. e, até a distância aproximada da Terra ao Sol.

Para os povos da antiguidade, ai tiveram um sistema numérico, ligado intimamente a religião e ao culto. Resultando a idéia de que a matéria é inseparável do espirito, do qual exprime a imagem e também a revelação.

Há, no entanto alguns números que parecerem predominar na estrutura do mundo, no tempo e no espaço que formam, mais ou menos, a base fundamental de todo os fenômenos da Natureza, representando a expressão da ordem e da inteligência das coisas, e como exprimindo mesmo a própria Divindade.

A Ciência dos números tem no simbolismo de algumas civilizações, mesmo antes de Pitágoras, um papel de destaque como na China, Índia e a Grécia.

O Simbolismo do Número 1 – (O Uno)

Suponhamos o UM abstrato, como sempre, mas independente, primário e total e não como unidade-medida ou como princípios de contagem das quantidades descontinuam de corpos separados e da mesma espécie. Então teremos uma idéia do UM em todos os números, ou da centelha da Essência em cada corpo, se é que os corpos são números como sustentou a escola pitagórica ou itálica. A formula, contudo, não impede considerar o UM inefável como a PESSOA da qual propana o sopro da vida e da alma vivente (Gêneses, 2/7: pois ele é o CRIADOR, Causa primaria e o indivíduo – Adão – é criatura. ELE é que pratica o ato – criação – de sua vontade).

Para facilitar os estudos dos números a Maçonaria faz uso de emblemas para atrair a atenção sobre suas propriedades essenciais. Partindo do principio de que a unidade esta em nós e não no meio exterior, seja impossível a sua representação, mas a condensação do ideal do Justo, no Belo e no verdadeiro, expressa o mais valioso talismã que um iniciado pode possuir.

Simbolismo do Número 2 – (Binário ou Diada)

Ao aprendiz se ensina que o DOIS pode representar a dúvida, a insegurança de afirmação ou negação. Há instruções que começam a simbolizar a dúvida pelo raciocínio 2 + 2 = 4

2 x 2 = 4, isto é, de como a soma pode ser igual ao produto, embora uma e outra não sejam definidos como a mesma relação aritmética, ao que se acresce o fato de potência, soma e produto se igualarem, quando o dois é parcela, fator, base e expoente. A filosofia do símbolo assim apresentado comera no grua de companheiro, no qual se definirão as aparências, a ambigüidade a que pode chegar o raciocínio., a duplicidade de atitudes de certos indivíduos par alcançar um só resultado, além de outros ensinamento esotéricos.

No Ritual prega restrições ao estudo profundo do binário porque sendo o binário símbolo dos contrários, da divisão, seria combater uma luta sem fim, à oposição cega. Ficando escravo do principio da divisão, que a Antigüidade batizou com o nome de inimigos. (Agrarmaniu, Cheetan, Satan, Mara, etc). Juntando–se ao binário o principio (a unidade), formamos o ternário e esta e a maneira de neutralizar a ambigüidade do número DOIS.

O Simbolismo do Número 3 – (Ternário)

A “constância do ternário”, desde as primeiras crenças e até na ciência, é apontada pela TRIMURTI – CRIAÇÃO DESTRUIÇÃO E CONSERVAÇÃO – ou Brahma, Shiva e Vishnu, e do fato de Lavoisier, haver formulado a LEI DA CONSERVAÇÃO DA MATÉRIA, cujo enunciado “NA NATUREZA NADA SE CRIA (um), NADA SE PERDE (dois), TUDO SE TRANSFORMA (Três).

A instabilidade da divisão ou da diferença, aniquilada pelo acréscimo de uma terceira unidade, faz com que, simbolicamente, o número se converta também em unidade.

A nova unidade, porém, não é vaga, indeterminada na qual não houve intervenção alguma, não uma unidade idêntica com o próprio número, como se da com a primitiva, é uma unidade que absorveu e eliminou a primitiva, verdadeira, definida e perfeita. Foi assim que se formou o número TRÊS, que e tornou a unidade da vida, do que existe por si próprio, do que é perfeito.

O Triângulo lembra o ternário, a começar de suas relações com os três pontos que chegam a constar tradicionalmente nas abreviaturas maçônicas e no fim das assinaturas dos maçons, a lembrarem o AMOR (ou sabedoria), VONTADE e INTELIGÊNCIA bem como os três pontos dos vértices do Delta. Entende-se o Triângulo como o principal dos símbolos maçônicos, pôr varias razões, quando tratamos das inscrições do Tetragrama hebraico, da letra “G”(gott ou god) e do “Olho Que Tudo Vê” ao que se acresce o fato histórico e universal de se encontra o ternário ou uniternário em quase todas as religiões dos povos que constituíram civilizações. No Bramanismo encontramos Brama, Visnu, e Civa e Sat, Chit e Amanda, no antigo Egito, Re (ou Râ-Deus-Sol, Sol no Zênite), Horo (filho, nascimento, nascer do Sol) e Osiris (esposo, pai, sol), Íris, (esposa, mãe, lua), e Horo (filho), entre os antigos Caldeus Luz, Fogo e Chama (Ulomo, Olosuro e Elium). Entre os cristãos, Pai, Filho e Espírito Santo, na religião mosaica, Aquele que É, Foi e Será.

Das instruções de Aprendiz Maçom ainda constam: Presente, Passado e Futuro; Nascer, Viver e Morrer, Juventude, Maturidade e Velhice. Pai Mãe e Filho. Além das observações exposta, lembra-se que pela Geometria, se aprende que o Triângulo constrói e compõe todos os polígonos e que pela Trigonometria, quanto aos triângulos retângulo há relações binárias e opostas, denominada seno e coseno, tangente e contangente, secante e cossecante, pelas quais se conseguem cálculos importantes, inclusive de altura e distancias imensas.

Finalmente o triângulo é uma figura plana que representa as três dimensões cumprimento, largura e altura.

Nas Lojas Maçônicas uma das mais profundas representações do Ternário, e o Delta Sagrado, e ainda podemos encontra em Loja os ternários; os três Grandes Pilares – (Sabedoria, Força e Beleza), as três Grandes Luzes (o Venerável Mestre, o Primeiro Vigilante e o Segundo Vigilante) e as três portas do Templo de Salomão.

No centro do DELTA podemos observar a s letras IOD, inicial do Tetragrama IEVE, símbolo da Grande Evolução, ou do que existiu, do que existe e do que existira.

O Tetragrama sagrado YOD – HE – VAU – HE simboliza as três dimensões do corpo: cumprimento, largura e altura ou profundidade, uma vez que é formado pôr apenas três diferentes letras, YOD-HE-VAU; VAU cujo valor numérico é 6 indica as 6 faces do corpo. O Tetragrama com suas quatro letras tem afinidade com a Unidade., pois 4 e 1 são quadrados perfeitos, e pôr fim o Tetragrama lembra ao Aprendiz que ele passo pelas quatros provas dos Elementos da Natureza: TERRA, AR, ÁGUA e FOGO.

10 Responses

  1. Victor Gonzalez

    Bom dia. Pesquisando sobres as colunas achei este artigo e me pareceu fantástico. Parabens ao I:. que a escreveu.
    Estou trabalhando numa prancha e vai me ser muito útil, assim como a meus II:. de L:.
    TAF
    C:.M:. Victor Gonzalez
    A:.R:.L:. Caballeros del Oriente nº 3
    Paraguay

    Responder
  2. Luiz Donizetti de Oliveira

    Sou da Loja Macônica Vigilantes da Ordem Nº2.715, do Oriente de Uberlândia, estou no Grau 3, tenho um trabalho a apresentar aos irmãos recem elevados ao Grau 2, consulto-lhes se tem um trabalho para este grau, desde que estão sendo elevados agora no dia 16/08, e meu trabalho será para o dia 30/08.
    Um Tríplice e Fraternal Abraço.
    Luiz Donizetti de Oliveira.

    Responder
  3. Dionoite Oliveira Costa

    sou da loja estrela do oriente n°12 or.de aracaju-se denominada a g.l.m.s eu sou aprendiz de maçom e tive a setima instruçao,que justamente fala neste tema, vai ser de muito valor pra mim poder fazer o meu trabalho,desde ja agradeço atodos que fazem a revista universo t.f.a
    ap.´.m.´. Dionoite Oliveira Costa

    Responder
  4. Almir Martins da Silva

    Sou da loja Maçonica DEUS E HUMANIDADE Nº 26 E O TRABALHO EM APREÇO, SEM DUVIDA, SERVIRÁ PARA O EMBASAMENTO DA MINHA PEÇA. ANTECIPADAMETE AGRADEÇO.

    Responder
  5. André Esperidião Antônio Dias

    Sou Aprendiz Maçon da Loja Labor e justiça, Bocaiuva (MG), twerminei a minha sétima instrução e estou pesquisando um pouco mais sobre ela. O conteúdo acima tratado será de muita relevância para mim. Um Tríplice e Fraternal Abraço.
    ap.’. M.’. André Esperidião Antônio Dias

    Responder
  6. Laércio Barbará

    Sou Obreiro da Loja Maçônica Lazaro Zamenhof 37 no 80, do oriente do Rio de Janeiro. Estou pesquisando a biografia de RAMMÈE. Não tenho encontado material disponível. Alguém pode me enviar algum material de referência?
    TFA
    Laercio

    Responder
  7. Pedro

    Sou aprendiz Maçom, loja 99 Cidade de Viamão, RS.
    Passei por aqui, e encontrei um excelente trabalho.
    Deixo um TFA a todos

    Responder
  8. VITOR JOSE SAMADELLO

    SOU A:. M:. DA LJ ESTRELA DE JUNDIAI II Nº 343 . MUITO BOM TEM ABERTO NESTA PAGINA POIS PUDE CONCLUIR MINHA SETIMA INSTRUCAO . O MAIS DIFICIL FOI ACEITAR O TRES COMO UNIDADE MAS A PARTIR DO MOMENTO Q PENSEI NA FAMILIA , PAI MAE E GERACAO ( FILHO ), TUDO FICOU CLARO POIS VISUALISEI O SIMBOLO DA PERFEICAO , DA VIDA ! OBRIGADO E TFA !

    Responder
  9. CARLOS HENRIQUE ARCANJO MARINHO

    Sou um postulante com interesse em receber a luz. Através do I.’.P.’.E.’.P.’., tenho realizado
    meus tempos de estudos, de maneira ordenada. Agradeço ao G.’.A.’.D.’.U.’., pelo conhecimento
    e informações que tenho adquirido. É fantástico. Parabéns! Um TFA a todos.

    Responder

Deixar resposta

Seu endereço de email não vai ser publicado.